AS CONTRIBUIÇÕES DO ENSINO DE ESCRITA PARA A FORMAÇÃO DO LEITOR PROFICIENTE AVALIADO SOB A PERSPECTIVA DO SAEB

Jackeline Sousa SILVA

Resumo


Este artigo configura-se num recorte de uma dissertação defendida no Programa de Mestrado Profissional em Letras, do qual destacamos as contribuições que o ensino de escrita pode oferecer ao desenvolvimento das habilidades leitoras contempladas pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), que visam à formação do leitor proficiente. Nosso objetivo é propor a utilização de atividades que incluam o ensino de escrita, como instrumento que favorece o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias à formação do leitor proficiente, avaliadas pelo SAEB. [...] Concluímos que, para elevar o nível de proficiência leitora dos alunos, é preciso executar na escola um trabalho efetivo e contínuo que alie a leitura à escrita, ressignificando, assim, a prática docente e contribuindo para o aprimoramento das competências e habilidades contempladas pelo SAEB.

PALAVRAS-CHAVE: Escrita. Leitor proficiente. SAEB.


Texto completo:

PDF

Referências


BORTONE, Marcia Elizabeth; MARTINS, Cátia Regina Braga Martins. A construção da leitura e da escrita: do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. 176p.

BRASIL. PDE/Prova Brasil: Matrizes de Referência, Temas, Tópicos e Descritores. Ministério da Educação. Brasília: MEC/SEB, 2011. 200p.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Ministério da Educação. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013. 562p.

CALKINS, Lucy; HARTMAN, Amanda; WHITE, Zoë. Crianças produtoras de texto: a arte de interagir em sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 2008. 240p.

FERRAREZI JR., Celso; CARVALHO, Robson de. De alunos a leitores: o ensino da leitura na Educação Básica. Parábola: 2017. 200p.

HOFFMANN, Jussara. Avaliar para promover: as setas do caminho. 15. ed. Porto Alegre: Mediação, 2014. 160p.

LEMOV, Douglas. Aula nota 10. 2. ed. São Paulo: Da Boa Prosa: Fundação Lemann, 2011. 332p.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. 296p.

MOURA; Ana Aparecida V. de; MARTINS, Luzineth Rodrigues. A mediação da leitura: do projeto à sala de aula. In: BORTONI-RICARDO, Stella Maris et al. (Org.). Leitura e mediação pedagógica. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. 256 p. Cap. 4, p. 87-112.

NARDIN, Camila Polo da Nóbrega. Parceria universidade-escola: espaço de construção coletiva. In: NACARATO, Adair Mendes; SOUZA, Daniela Aparecida de; BETERELI, Kelly Cristina (Org.). Entre cruzando vozes e olhares: letramentos, avaliações externas e cotidiano escolar. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2013. 264p. Cap. 3, p. 65-78.

PASSARELLI, Lílian Ghiuro. Ensino e correção na produção de textos escolares. São Paulo: Telos, 2012. 304p.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. 276p.

SOARES, José Francisco. O direito à educação no contexto da avaliação educacional. In: HORTA NETO, João Luiz; JUNQUEIRA, Rogério Diniz (Org.). Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb): 25 anos. Em Aberto, Brasília, v. 29, n. 96, p. 85-98, maio/ago. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


_________________________________________________________________

PROFLETRAS - CFP - UFCG
Todos os direitos reservados®

Siga-nos nas redes sociais: